Tome cuidado ao deixar seu cão ou gato sozinho

terça-feira, julho 11, 2017


Assim como as crianças, os animais também precisam de companhia, atenção e carinho constante. Por isso, é necessário que, quando decidirmos ter um bichinho, estejamos ciente das promessas de amor infinito e das responsabilidades que adquirimos com o seu bem-estar e dos perigos em deixá-lo sozinho. 

No caso dos cães e gatos, a ausência por longos períodos de seus tutores pode resultar em doenças como: estresse, depressão e tédio. Além dos efeitos colaterais como bagunças no ambiente, destruição de móveis e tapetes, latidos e miados desesperados e incessantes para toda a vizinhança ouvir até a rouquidão ou exaustão do animal.

Afinal, quem nunca precisou se ausentar durante um fim de semana e jurava que na volta tudo estaria bem, pois bastaria deixar muita comida, água, banheiro limpinho e a televisão ligada para distrair o seu melhor amigo?

Há recomendações que o tempo máximo indicado para um animal ficar sozinho e sem supervisão é de no máximo um final de semana – o tempo daquelas viagens em que saímos no sábado pela manhã e voltamos no fim da tarde do domingo, sabe? É importante, então, tomarmos alguns cuidados nestas ocasiões:

1. Mantenha portas e janelas fechadas para que o animalzinho não fuja – principalmente no caso dos gatos, que é necessário a existência de telas e redes de proteção.
2. Assegure-se de que não há produtos químicos mal fechados ao alcance deles.
3. Certifique-se de que há comida e água suficiente para o bichinho e que estarão num lugar limpo e seguro, longe da chuva ou da luz direta do sol, por exemplo.
4. Deixe brinquedos e coisas com que o animal possa brincar e roer. Caso contrário, os seus móveis acabarão sendo o alvo.
5. Antes de sair, deixe o ambiente muito limpo, pois o excesso de fezes e urina pode incomodar o animal e ser prejudicial à saúde – tanto física quanto mental.
6. Se possível, deixe uma televisão ligada durante o tempo em que estiver fora. O som e a imagem irão distraí-lo e fazer com que ele se sinta menos sozinho.
7. Deixe uma peça de roupa sua ou algo com seu cheiro em casa, isso funcionará como uma companhia ao animalzinho.
8. Por fim, não faça muita festa quando voltar, pois, caso ele precise ficar sozinho novamente mais tarde, já estará menos traumatizado e carente. 

Agora, se sua viagem for durar mais que isso, aconselhamos você a procurar outras alternativas. Nestes casos, sempre há outras opções antes de deixá-los solitários, seja com o vizinho, com os pais, sob os cuidados de um amigo, zelador, parente ou um cuidador carinhoso da Toca de Aluguel. 

A Toca de Aluguel trabalha para oferecer a melhor experiência de hospedagem para o seu bichinho com todo o amor e carinho. Além disso, ele contará com nossa garantia veterinária 24 horas, o que garante que ele estará seguro e bem cuidado durante a hospedagem.

Opções não faltam! E cada uma delas pode ter vantagens e desvantagens, mas deve-se levar sempre em consideração o bem-estar do seu pet.

Toca de Aluguel - Garantia Veterinária 24hs

  • Compartilhar:

0 comentários