Amor aos animais: EPTC realiza resgates

terça-feira, setembro 26, 2017

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) é responsável por realizar o monitoramento do trânsito de Porto Alegre, trabalhando para a segurança de todos os motoristas e pedestres. O que muita gente não sabe, entretanto, é que eles não trabalham apenas com veículos e pessoas. Há duas semanas, a notícia de que agentes da EPTC resgataram uma cadelinha atropelada na Avenida da Legalidade ganhou as redes sociais – e a atitude foi parabenizada por todas as ONGs de proteção aos animais. A cadela, que se chama Amarelinha, foi levada para uma clínica veterinária e, depois, encaminhada para adoção.

Nós da Toca também achamos um gesto tão lindo que decidimos ir atrás de outras histórias. Para nossa surpresa, descobrimos que a EPTC trabalha ativamente no combate aos maus-tratos contra os animais e realiza resgates de diferentes animaizinhos, frequentemente.

Em junho deste ano, por exemplo, agentes da empresa resgataram um pássaro biguá das proximidades do Arroio Dilúvio, entre as avenidas Ipiranga e Silva Só. Segundo informações do jornal Zero Hora, ele estava debilitado e não conseguia mexer as asas. Então, foi levado diretamente para uma clínica veterinária, assim como a Amarelinha. Também em 2017, mas em janeiro, outro gesto lindo por parte dos agentes de trânsito: um cavalo debilitado foi resgatado de uma vala no bairro Passo das Pedras, Zona Norte de Porto Alegre. Conforme dados disponibilizados pela EPTC, foram realizados, só no ano de 2015, mais de 300 resgates desse tipo na cidade.

Para entender isso, fomos buscar informações sobre as responsabilidades da empresa e se ela está apta a realizar essas ações, já que são constantes. Ficamos sabendo, com isso, que a EPTC opera muito nessa área: ela conta, hoje, com um abrigo para animais resgatados em Porto Alegre, que fica no extremo-sul da cidade, no bairro Lami. Para lá são levados, principalmente, os equinos vítimas de maus-tratos ou retirados de vias públicas. No local, eles são socializados com outros animais e vivem livres e felizes. A empresa mantém, ainda, um site onde é possível ver a situação desses animais para quem tiver interesse em adotá-los.

Você sabia desse papel da EPTC? Comente conosco e, se souber de mais alguma história, nos conte. Adoraríamos ficar sabendo!


Cavalo debilitado é resgatado por agentes da EPTC na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Divulgação / EPTC)


  • Compartilhar:

0 comentários