Conheça os cães de raças gaúchas

terça-feira, setembro 19, 2017

O melhor amigo do homem chegou ao Brasil com a missão de ajudar os europeus nas tarefas campeiras. No pampa, o cachorro passou a exercer grande importância na rotina do gaúcho, protegendo, convivendo e ajudando seu tutor no trabalho no campo. Na Semana Farroupilha, conheça três raças de cães crioulos que participaram da história do Rio Grande do Sul.

Buldogue Campeiro
A raça foi muito utilizada em fazendas como cão de trabalho, com funções de guarda e pastoreio. Companheiros, leais e muito fiéis aos donos, estão sempre alerta, sendo bons cães de guarda. Entretanto, são ciumentos e muito desconfiados com pessoas estranhas.

Fonte: Reprodução / Pinterest

Ovelheiro Gaúcho
É considerado o companheiro fiel do peão gaúcho. Excelente como cachorro de alarme, descende de cães de pastoreio trazidos por europeus para o auxílio no trabalho com animais nas fazendas, principalmente ovinos e bovinos. Inteligente, o Ovelheiro Gaúcho aprende comandos de forma rápida. Além disso, é muito dócil e amigável.

Fonte: Reprodução / Pinterest

Cimarrón Uruguayo
Descendente dos cães trazidos pelos espanhóis, muitos deles foram abandonados ou perdidos. Os cruzamentos que se seguiram não tiveram interferência do homem. A raça sobreviveu no pampa, se abrigando dentro de tocas e cavernas e se alimentando da caça. Assim, apenas os mais fortes, inteligentes e adaptados ao hostil ambiente acabaram sobrevivendo. Um cachorro rústico, corajoso e que defende muito bem seu território.

Fonte: Reprodução / Pinterest

  • Compartilhar:

1 comentários

  1. Informação interessante! As raças desses cães vem de encontro ao nosso perfil, somos um povo com muitas virtudes.
    Sirvam nossas façanhas
    De modelo a toda terra.

    ResponderExcluir