Resgatei um cão de rua, e agora?

sábado, junho 09, 2018


É difícil não se comover com a cena de um cãozinho abandonado na rua. Se você já pensou mais de uma vez em resgatar um bichinho e levar para casa, saiba que é preciso mais do que boa vontade e carinho. Com a ajuda da veterinária Amanda Caroline Silveira dos Santos, a Toca de Aluguel selecionou informações importantes para quem quer dar um lar para cães abandonados.

Cautela na hora do resgate
Normalmente, animais em situações de rua se tornam acuados. Seja cauteloso, espere até você ganhar um pouco de confiança do animal, para que ele não fuja. Procure abaixar-se na altura do cão e mostre as costas da sua mão. Verifique se ele não está machucado antes de levar ao seu carro.

Leve ao veterinário
Primeiramente, leve o cão resgatado ao veterinário. É importante conhecer a saúde atual do animal e se ele apresenta doenças transmissíveis. Siga as instruções corretamente com vermífugos, remédios para pulgas e sarnicida caso esteja com poucas lesões e não visíveis.

Isolamento
Ao levar o cão para casa, não o coloque junto a outros animais. O local ideal é aquele que não tenha trânsito constante de animais nem de pessoas, e tenha um piso fácil de higienizar.

Vacinas
Após cerca de 10 dias em isolamento, se não houver doença aparente, retorne ao veterinário para a aplicação de vacinas.

Lembre-se: um animal não é um objeto para ser descartado. Adote com responsabilidade e muito amor.

  • Compartilhar:

0 comentários